Snapdrop – Transfira arquivos entre dispositivos iPhones, Android e PC

Você já ouviu falar no Snapdrop? Esta é uma ótima opção para transferir arquivos diversos entre dispositivos IOS, Android e sistemas operacionais de computadores. E motivos para o seu uso ser tão interessante e necessário não faltam.

Embora a Apple seja uma das mais qualificadas empresas de tecnologia, o sistema IOS pode dificultar a compatibilidade restrita. Entre os processos que acabam sendo complicados pela exclusão está o compartilhamento de arquivos. Ainda que o envio ocorra organicamente entre aparelhos da Apple pelo AirDrop, transferências para outros sistemas são mais complexas.

Afinal, o que é o Snapdrop?

Mas isso deixou de ser um grande problema, a partir da criação do aplicativo Snapdrop. Esta é uma solução que veio para ajudar no envio de documentos, fotos, vídeos e áudios entre diferentes sistemas operacionais. Continue lendo para saber mais sobre esta alternativa.

Compartilhamento de Arquivos com SnapDrop
Compartilhamento de Arquivos com SnapDrop

O Snapdrop Network é uma plataforma inspirada no próprio AirDrop, que realiza o mesmo serviço que a ferramenta da Apple. No entanto, a principal diferença para o usuário é que este sistema permite a transferência de IOS para Android. 

Aliás, o compartilhamento também é possibilitado no sentido contrário, Android para IOS, tendo mesma relação com Windows e Linux. Isto é, o envio de todo o tipo de dado é possível por meio do Snapdrop, independentemente dos sistemas operacionais. Esta funcionalidade envolve celulares, bem como demais aparelhos móveis, e computadores.

As dificuldades de compartilhamento de arquivos entre sistemas operacionais diferentes geraram o desenvolvimento de várias soluções desse tipo.

Tratam-se de recursos que fazem pontes entre IOS e Android, por exemplo. No caso do Snapdrop Network, a plataforma tem funcionamento via web. Assim, a única condição à transferência é que os aparelhos estejam conectados na mesma rede.

Relacionado: Restaurar iOS com 3uTools

Desta maneira, fica dispensada a compatibilidade. Além disso, a utilização dispensa qualquer download ou instalação nos dispositivos. Outro detalhe importante de se destacar é que o sistema trata-se de ferramenta de código aberto.

Qual é o sistema e a funcionalidade dessa plataforma?

Este modelo de serviço, chamado em inglês de “open source”, permite a modificação do código pela necessidade do usuário. Entretanto, as condições de uso são definidas pelo desenvolvedor original destes recursos. Precisamente esta capacidade de adaptação controlada que permite o intermédio entre os diferentes sistemas operacionais de PCs e dispositivos móveis.

Snapdrop é seguro

De qualquer forma, o Snapdrop garante compartilhamento simples, eficiente e rápido. Portanto, é uma solução ideal para quem busca praticidade.

Ademais, as ferramentas de código aberto são reconhecidas pelos objetivos colaborativos na rede. Por isso, os serviços são gratuitos e costumam ter ótimos desempenhos. Exemplos famosos de plataformas deste tipo são o navegador Mozilla Firefox, o Thunderbird e o VLC Media Player.

No caso do compartilhamento de arquivos pela Snapdrop Network, o encaminhamento usa WebRTC. Esta é a sigla para “Web-Real Time Communication”, ou “Comunicação Web em Tempo Real”. Trata-se de ferramenta que permite a conexão mútua entre qualquer site e usuário, contanto que haja permissão do último.

No entanto, aos navegadores que não oferecem este suporte, o Snapdrop utiliza o WebSockets como substituto. A tecnologia realiza o mesmo que a WebRTC. Assim, ela se beneficia da mesma maneira a transferência de arquivos e conexão de dispositivos.

De toda a forma, a internet oferece uma infinidade de opções e se sabe que nem todas são confiáveis. Por isso, no próximo tópico vamos tratar do nível de segurança do Snapdrop Network. Siga o texto para mais informações.

Snapdrop é seguro?

O Snapdrop é considerado bastante seguro. Isto pois os arquivos transferidos por meio da plataforma não vão para um servidor. Além disso, o programa sequer poderia acessar os dados, afinal os mesmos estão criptografados. Conforme já descrito acima, esta criptografia ocorre via WebRTC, ou por WebSockets em alguns navegadores.

Assim, só o servidor exigido pela WebRTC para a conexão é envolvido no processo para compartilhar arquivos. Este, todavia, é apenas um servidor de sinalização. Ainda colabora para este caráter seguro a dispensa de qualquer download ou instalação, como também já foi pontuado acima.

Desta forma, a orientação é de que o internauta fique tranquilo com a utilização da Snapdrop Network. Este sistema não tende a gerar problemas ou insegurança ao usuário. Aliás, esta é mais uma marca tradicional das plataformas de código aberto.

Transferindo fotos do Android para iPhone com essa plataforma

O uso do Snapdrop é bastante simples. Mas mesmo, para que não haja confusão, veja a seguir dois exemplos, ambos com o passo a passo descrito. Para fins de explicação, a situação hipotética de compartilhamento de arquivos trata-se de envio de imagens.

Exemplo 1 – Transferência de fotos de celular com Android para dispositivo com IOS.

  • 1º passo – Entre no site da Snapdrop Network (snapdrop.net) com ambos os smartphones. Assim que o endereço for acessado, ele vai reconhecer os aparelhos conectados. Então, toque no nome do dispositivo de origem e posteriormente em “Arquivos”. Desta maneira, o gerenciador de arquivos do Android deve ser exibido. Mas caso necessário, entre no menu.
  • 2º passo – Em seguida, clique em imagens e selecione as fotos que você pretende compartilhar.
  • 3º passo – Agora é preciso acessar o outro smartphone e clicar em “Save”. No caso do Iphone, bem como em outros aparelhos com IOS, é preciso tocar em “Baixar”, confirmando o download.
  • 4º passo – Quando a transferência estiver concluída, pressione o ícone de downloads. Este fica no canto superior direito da tela. Assim, uma aba vai ser aberta e você pode tocar no nome da imagem para abri-la. Além disso, há a opção da lupa, que permite focalizar o arquivo compartilhado pelo Snapdrop.

Este é o processo para se fazer a transferência de documentos e mídias de dispositivos com Android para aparelhos com IOS. A seguir é possível verificar o processo inverso.

Exemplo 2 – Transferência de fotos de celular com IOS para dispositivo com Android.

  • 1º passo – Acesse o site da Snap drop Network (snapdrop.net) com os dois aparelhos. Da mesma forma, a identificação dos celulares deve ser imediata. Assim sendo, toque no nome do celular de origem das imagens e depois em “Fototeca”. A seguir, é preciso selecionar as imagens a serem transferidas e clicar em “Adicionar”.
  • 2º passo – No outro celular, clique em “Save”. Se mais de um arquivo estiver sendo compartilhado, é mais indicado que se desmarque a opção que surge selecionada. A mensagem é: “ask to save each file before downloading”. Em tradução livre: “perguntar para salvar cada arquivo antes de baixar”. Com isso, é preciso permitir o download de cada uma das imagens antes do envio. Geralmente, este é um cuidado desnecessário. Com a opção desmarcada, basta pressionar “Save” para baixar todas as fotos. Celulares receptores com Android demandam que se toque em “Permitir” para que vários arquivos sejam recebidos.
  • 3º passo – Assim que o encaminhamento pelo Snap drop for finalizado, clique em detalhes. Este ícone fica na parte inferior da tela e permite que você abra e visualize os arquivos recebidos.

Seguindo os dois caminhos descritos acima, você deve utilizar o sistema da Snapdrop Network sem problemas.

Considerações sobre AirDrop e Snapdrop Network.

Antes de finalizar este texto, ainda cabe mais um destaque aos serviços oferecidos pelo Snap drop e também pelo AirDrop. Além de inspirar a versão de código aberto, o sistema da Apple segue na ponta quanto se trata de eficiência. Também é verdade que a plataforma da Snapdrop Network tem desempenho bastante similar, o que é louvável. Isto pois a ferramenta acaba ficando na frente de soluções semelhantes desenvolvidas por grandes empresas da área de tecnologia. 

Vale destacar que o Google criou o chamado “Nearby Share” e a Samsung desenvolveu o “Quick Share”, por exemplo. Ambas as soluções foram elaboradas para fornecer funcionalidade semelhante a do AirDrop no Android. Entretanto, nenhuma delas conseguiu total amplitude de compatibilidade e incluir todos os dispositivos de diferentes fabricantes. Assim, a Apple mantém vantagem pela criação de opção rápida e prática de compartilhamento de arquivos.

Por outro lado, o feito da Snapdrop Network não é menos notável. Isto porque a Snapdrop teve sucesso onde as já citadas gigantes, Google e Samsung, falharam. Esta solução funciona em Android, IOS, Windows, Linux, Mac e Chromebooks. Muito por conta do formato do sistema, que tem sede na própria Web e pode ser aberto no navegador.

No entanto, quem preferir pode contar com o aplicativo da plataforma baixado no próprio aparelho. Assim, de maneira geral, é um produto capaz de facilitar muito a transferência de dados.

Com tamanha abrangência, o Snapdrop Network é uma ótima opção cotidiana e de trabalho para muitos. Cada vez mais o uso de dispositivos móveis e eletrônicos em geral se torna imprescindível às tarefas diárias, sejam pessoais ou profissionais. Inclusive, é evidente a aceleração tida pelo processo após a crise sanitária global vivida nos últimos anos

Com a pandemia, se acelerou o volume de trabalho remoto e a utilização de mídias e documentos digitais. Aliás, o uso deste tipo de artigo já vem em alta há anos. Este movimento acompanha a crescente preocupação com sustentabilidade. Tanto por eficiência econômica, energética e por cuidado ambiental, aumenta a dispensa do papel em diferentes áreas.